#carreira

Como largar o meu emprego e viver do que eu amo?

Renan Levinski
Publicado em
25 de fevereiro de 2021

Se você está pensando dessa forma, talvez você esteja no início da sua carreira ou tenha acabado de descobrir esse universo de arte digital, e isso é completamente normal, quando descobrimos algo novo em nossa vida ficamos muito empolgados com isso, queremos saber o máximo possível sobre o assunto, adoramos pesquisar sobre, ouvir pessoas falando e tentamos direcionar a nossa vida 100% para todo esse universo novo, e se é arte digital logo vamos pensar em como viver da arte e fazer isso todos os dias. Porém esse início é muito confuso porque, você fica pensando se realmente é hora de largar o seu emprego e viver da arte, se realmente você precisa fazer isso, e se dá para ganhar dinheiro de verdade somente com sua arte, e é justamente sobre isso que eu quero falar nesse post.

A primeira coisa que precisa entender é que você está começando alguma coisa do zero, por tanto será necessário passar por alguns processos como encontrar o seu estilo, criar o seu workflow, entender o máximo possível sobre a sua nova área, desenvolver mais habilidades, fazer networking, dominar os fundamentos e por aí vai, e quando eu falo isso eu estou querendo dizer que ao largar o seu emprego você colocará sobre você um fardo muito pesado, pois irá tentar de toda forma ganhar dinheiro com sua arte, antes de estar preparado para isso e provavelmente irá desistir de ser artista e voltará a procurar por empregos na sua velha área.

Por outro lado, se você aproveitar que já tem uma renda e que não precisa se preocupar em como ganhar dinheiro e sim em como evoluir o suficiente para conseguir virar essa chave em sua vida e se planejar para isso, você poderá ter bons resultados e essa migração acontecerá de forma natural.

1. Fique em seu emprego

 Um fator que influencia muito quando estamos estudando é concentração, e se você estiver preocupado em como irá pagar os boletos no fim do mês você nunca irá conseguir evoluir nos estudos, portanto foque em criar um plano de estudos, e trace um objetivo para concluir de aprendizado todas as semanas.

2. Procure pelo seu estilo

No início ficamos muito confusos, pois sabemos que queremos trabalhar com arte, mas não sabemos qual vai ser o nosso estilo, e aí começamos consumir todo tipo de conteúdo e criar várias referências, testamos vários estilos, copiamos, mudamos de área, de software e por aí vai, mas no final acabamos nos encontrando e definimos a forma como nos sentimos confortáveis e a forma como melhor expressa quem somos e o que consumimos, eu diria que esse é um passo muito importante para se sentir maduro na sua arte.

3. Crie um projeto

Assim que você sentir que está começando a evoluir em seus estudos e já tem um estilo próprio tente criar um projeto do zero, pode ser uma animação, algumas cenas de um filme, ou qualquer coisa relacionada a área que você quer seguir, criar um projeto irá te ajudar a ter mais percepção do tempo que irá gastar, do seu workflow e consequentemente isso irá se transformar em um portfólio no final.

4. Aprenda ouvir feedbacks

Mostre seus trabalhos para pessoas mais experientes, e de preferência da mesma área que você e tente entender quais são as observações que elas irão fazer e como você pode aplicar isso em seu projeto, se precisar recomece, mas não desista e nem se apegue, pois isso irá acontecer muito no campo de batalha.

5. Construa um portfólio

Utilize o seu projeto, ou outros trabalhos que goste para construir um portfólio bacana, já falamos várias vezes sobre isso por aqui e se quiser algumas dicas legais eu recomendo assistir a live com o Douglas Lopes, (https://www.youtube.com/watch?v=oNRHMHqymGQ) ele deu várias dicas de como construir um bom portfólio.

6. Feche seu primeiro freela

Agora é hora de começar a colocar em prática tudo que veio desenvolvendo durante esse tempo, e lembre-se faça isso ainda em seu emprego, pois é nesse momento que você irá começar a sentir na pele como é trabalhar com arte, seja atencioso e dê o seu melhor. Aproveite para sentir onde poderia melhorar e até mesmo entender se essa realmente é a área que mais combina com você.

7. Aumente seus freelas e diminua o seu tempo no trabalho

Agora é hora de conversar com seu chefe, quem sabe pedir para reduzir sua carga horária, explicar sua situação, com certeza se você for uma pessoa dedica na empresa ele irá te apoiar você poderá provar que consegue ser tão produtivo trabalhando 4 ou 6 horas na empresa quanto era trabalhando integral, e claro aceite uma redução de salário, mas aproveite para complementar a sua renda criando a sua primeira rotina de trabalho com arte em seu turno livre.

8. Quando devo virar a chave?

E por último considere largar o seu emprego somente quando você estiver preparado e com oportunidades de trabalhos o suficiente para começar a viver da sua arte, ou quem sabe tenha sido contratado por alguma empresa para trabalhar com arte.

Lembre-se que mudar de carreira não é algo simples, e exige tempo, dedicação e estudos. Nesse processo tente ser um bom profissional em seu emprego atual ou até melhor do que era antes, pois você precisará disso para formar a sua ponte de transição de carreira. Não pense em como você irá viver da sua arte e sim em como você irá evoluir o suficiente para as pessoas te pagarem para fazer as suas artes.

Link do post copiado para a sua área de transferência

Enviar Comentário

8 passos para vender sua arte em dólar no Reddit

Chegou o seu momento, artista! O VH Artworks fez um thread maravilhosa lá no Twitter dele, mostrando como ele consegue Ler mais

Preciso trabalhar com o que amo pra ser feliz?

Você com certeza já deve ter escutado a bendita frase “trabalhe com o que você ama e nunca mais precisará Ler mais

Como escolhi um ilustrador para o meu livro?

Se você estranhou esse título, calma meu amigo artista. Neste texto de hoje vamos dar dicas para escritores e qualquer Ler mais

Campanhas de Financiamento Coletivo para você se Inspirar

Se você está pensando em começar ou planejar uma campanha de crowdfunding precisa incluir na sua lista de etapas explorar Ler mais