#carreira #Maratona do Engajamento

Como anda sua relação com as redes sociais?

A forma como você se relaciona com as suas redes sociais vai dizer muito sobre você.

Pri Sousa
Publicado em
23 de setembro de 2020

Relacionamento é uma via de mão dupla, onde as duas pessoas se envolvem dando e recebendo algo. Pelo menos é o que deveria ser uma relação saudável. Mas o que acontece quando um exige do outro além do que ele pode dar? E quando um dos lados se entrega demais sem receber o que esperava em troca?

Calma, não precisa deletar sua conta, nem desativar o seu perfil se você perceber que isso tá acontecendo. Tem uma forma sadia de se relacionar com as suas redes e desfrutar do melhor que elas têm pra te oferecer.

1. Descubra qual o seu limite

É super bacana compartilhar suas conquistas e é até terapêutico desabafar e soltar o verbo quando você tá triste ou irritado com alguma coisa, mas tente descobrir qual o seu limite de exposição.

Você pode responder algumas perguntas como:

“Isso é algo que eu gostaria de ouvir de outra pessoa ao meu respeito?”
“Eu quero que as pessoas me associem a esta postagem?”
“Eu consigo conviver com os comentários negativos das outras pessoas?”

2. Cuidado com a expectativa

Virou até meme comparar a expectativa com a realidade, e no meme a realidade sempre é pior… Com o avanço das redes, se comparar com os outros se tornou algo ainda mais comum, principalmente para nós, artistas.

Reduzir as expectativas, sejam elas de número de likes ou do que você espera de resultado final, pode ajudar você a não se frustrar desnecessariamente. Não precisa ser pessimista pra isso, mas faça um pequeno esforço pra não ser tão exigente e esperar demais dos seus resultados.

3. Escolha o quê e quem você quer ouvir

Com tanta coisa linda sendo produzida, a vontade é de sair seguindo todo mundo, e daqui a pouco o seu feed tá cheio de coisas aleatórias que você não, ou curte cheio de discursos de ódio e discussões que só te deixam mal.

Escolher bem quem você segue e quais as expressões que você quer que fiquem silenciadas para evitar gatilhos pode ser uma escolha melhor do que simplesmente sair das redes.

4. Separe o seu perfil pessoal do profissional

Receber a mensagem da tia no seu job NSFW pode não ser a melhor escolha. Ter uma rede onde você possa ter as pessoas mais próximas e falar sobre coisas além de trabalho tira um peso das costas e da mente.

Se você é mais tímido e reservado, pode deixar a sua conta pessoal privada apenas para as pessoas com quem é mais íntimo, e deixa o perfil de trabalho pra compartilhar artes, processos e produtos.

Essas são só algumas dicas, mas só você vai saber qual o seu limite, quais as suas expectativas, se é melhor ter uma conta aberta ou privada, se é melhor ter uma conta pessoal e uma de trabalho, ou uma mista.

A imagem em destaque é uma tirinha do Paulo Moreira, um dos nossos convidados para a Maratona do Engajamento. Você pode acompanhar o trabalho dele no Twitter e no Instagram.

Conta aqui pra gente: como anda sua relação com as redes sociais? Qual dica você achou mais importante? Não esquece de compartilhar com seus amigos!

Link do post copiado para a sua área de transferência

Enviar Comentário

Como Desafios Diários de Desenho Ajudam Você a ter Mais Engajamento e Criar um Público na Internet?

Mesmo que você tenha acabado de começar a desenhar para valer, muito provavelmente já ouviu falar de Inktober, Mermay, ou Ler mais

Fale como um artista! - Dicas para você falar da sua arte

A arte não é só mais uma tarefa que você precisa cumprir na sua rotina. É algo valioso a zelar Ler mais

Como NÃO Explicar seu Trabalho para os Seus Pais

Um dilema que quase todos os artistas visuais passam pelo menos uma vez na vida! 1. Descobri que não preciso Ler mais

Como Posso Chamar a Atenção dos Outros para o meu Trabalho? (e para meu Crowdfunding)

“Essa é uma das perguntas que você deve se fazer sempre e para o resto da sua carreira artística”Rosalind Davis Ler mais