6 Passos para Transformar o seu Currículo em um Big Mac

E não estou falando de enrolar seu currículo num hambúrguer e comer (?) .

leo
Publicado em
19 de junho de 2020

Na semana passada descobri que nada sabia sobre como fazer um bom currículo. Eu, que trabalho com design, sempre mantive meu currículo atualizado e muito bem diagramado, obrigado. Meu currículo sempre causou uma boa impressão durante as entrevistas de emprego. Mas algo havia mudado desde a última vez em que eu tinha batido na porta de uma empresa para participar de uma seleção. As empresas mudaram e meu currículo ainda não tinha o fator Big Mac.

Eu sei, quando ouvi pela primeira vez sobre o fator Big Mac, também fiquei WTF. Mas leia com atenção cada passo porque o Matheus Martins, artista e criador original da ideia que une o seu curriculum ao hambúrguer do McDonald’s, tem uma receita deliciosa para fazer o seu futuro empregador nem olhar pros Big Kings e Big Bob’s da praça.

  1. O que é um currículo?
  2. Como escrever meu currículo?
  3. Como descrever as minhas experiências?
  4. Como colocar as ferramentas que uso no meu currículo?
  5. Posso mandar o mesmo currículo para vagas diferentes?
  6. Como formatar o meu currículo?
  7. EXTRA: Baixar grátis um template de currículo
  8. Conclusão

O que é um currículo?

Seu currículo é um anúncio de Fast Food

Um profissional de RH (Recursos Humanos), também conhecido como recrutador ou entrevistador, é quem vai ler o seu currículo, e quando ele está em busca de um currículo é mais ou menos como você quando está em uma praça de alimentação tentando decidir qual lanche vai matar a sua fome. Então é preciso entender que o seu currículo não é um histórico, e sim um anúncio de um profissional que vai resolver o problema de uma empresa.

O lema aqui é Fast Food.

A pessoa que está lendo currículos quer saboreá-los rapidamente como em um rodízio de hambúrgueres, para então decidir quais são os melhores e poder saborear com mais atenção. E se o seu currículo é gigante mas sem sabor, apenas vai cansar o entrevistador e não vai alcançar o seu propósito.

Como escrever meu currículo?

Escolha os ingredientes certos

Obviamente hoje as pilhas de currículos estão mais para um monte de arquivo em uma pasta no computador ou vários e-mails em uma caixa de entrada. Então, uma forma eficiente de chamar a atenção para o seu currículo logo de início é usar as palavras-chaves certas.

A música do Big Mac é uma lista dos ingredientes que compõem o lanche. O seu currículo não é diferente: ele precisa ser eficiente e entregar os ingredientes que o entrevistador está buscando para preencher a vaga que você deseja. Lembre-se, quanto mais palavras-chaves que estejam de acordo com a vaga, melhor.

Provavelmente o entrevistador usará uma ferramenta de pesquisa por palavras-chaves em uma base de dados, ou ele vai pesquisar diretamente no email dele ou, ainda, ele vai usar um simples ctrl+f (comando encontrar palavra). E para que o seu currículo seja um resultado da busca que ele fez, ele precisa conter os termos que o entrevistador está procurando.

Exemplo: Se a vaga é para trabalhar com Concept Art, talvez usar as palavras design de personagem / character design, cenário / environment, veículo / vehicle seja uma boa ideia, desde que você domine esses tópicos. E se a vaga é em outra cidade, talvez seja melhor escrever “disponível para realocação” ao invés de “disponível para mudar de cidade”, porque provavelmente o recrutador vai pesquisar a palavra “realocação” e se seu currículo não tiver essa palavra, ele não vai aparecer como um resultado.

Como descrever as minhas experiências?

Aprendendo a vender o seu hambúrguer

Os recrutadores não estão prestando atenção apenas em você até a sua entrevista. Imagine a cozinha de um McDonald’s de um shopping, em que são produzidos muitos hambúrgueres, de forma muito acelerada, de acordo com a demanda. Assim como um cozinheiro no McDonald’s, um recrutador também trabalha para atingir resultados e para isso, ele precisa de candidatos que tenham impacto. E é na sessão de experiências que o recrutador consegue analisar o seu impacto.

A sessão “experiências” é onde você mais consegue “vender o seu hambúrguer”. Para descrever cada uma das experiências, recomendam-se textos de no mínimo uma a duas linhas falando sobre que tipo de problema você resolveu naquela empresa.

Se você tiver acesso a alguns dados do seu emprego anterior, peça permissão e use-os, para demonstrar seu impacto. Talvez uma ilustração que você fez tenha ajudado a empresa a conseguir mais seguidores nas redes sociais ou captar leads no e-mail marketing, uma splash art pode ter contribuído para a venda de uma skin em um jogo, etc.

Use porcentagens: elas sempre trazem mais impacto do que dados reais, e de certa forma “protegem” a empresa. Além de que, descrever um crescimento de 1 para 4 clientes é menos expressivo do que dizer que a empresa teve um aumento de 400% do público-alvo… e você não mentiu, só tornou a informação mais atrativa.

Como colocar as ferramentas que uso no meu currículo?

Não esqueça do molho especial

Eu sempre criei uma sessão no meu currículo pra mostrar quais ferramentas eu domino e sempre tive muito orgulho em colocar todos os logos de todos os programas do pacote Adobe.

Mas o que eu nunca tinha parado pra pensar é que limitar tudo o que você sabe fazer com o nome de uma ferramenta não é uma boa ideia. Em outras palavras, além de dizer quais ferramentas você domina (hard skills), é preciso dizer o que você sabe fazer nelas (soft skills). Se você ainda não entendeu, é melhor descrever o que vai no seu molho especial.

Exemplo: É mais fácil de entender o que você faz se você escreve que domina modelagem hard surface, modelagem orgânica, rendering, e até rigging, do que apenas escrever que você sabe usar o Maya, Blender ou 3ds Max. Perceba quantas palavras-chaves a mais você consegue incluir no seu currículo. Se um recrutador der um ctrl+f na palavra rigging, qual currículo você acha que vai aparecer por primeiro pra ele?

Posso mandar o mesmo currículo para vagas diferentes?

Não é porque o hambúrguer tem “tudo que há de bom” dentro dele que ele é melhor hambúrguer

Cada vaga exige um currículo específico. Não quer dizer que você tenha que alterar o seu currículo para todas vagas, mas quer dizer que você pode e deve ter um currículo preparado e direcionado para o tipo de vaga que quer assumir. Ter múltiplos direcionamentos profissionais no currículo só diminui o seu sabor.

O que acharia de comer um hambúrguer composto de dois hamburguers, cookie, queijo, sorvete, cebola, chocolate, picles num pão com gergelim? Esquisito não? consegue imaginar qual sabor iria prevalecer? Ou como degustar isso em um lanche rápido?

Isso é a consistência do seu currículo. Pense na música do big mac, na composição vem batata frita e Coca-Cola? Não! Então, a batata frita é aquele tópico nada ver que você sabe que vem junto pagando pelo combo, mas não precisa ser comentado. Se comentar, divide o foco do leitor.

Como formatar meu currículo?

Escolhendo uma embalagem que salte aos olhos

Menos é mais, mas não é por isso que seu currículo precisa ser feio. Se você for um pequeno gafanhoto, abra o Google Docs. O programa permite que você crie um documento partindo de um modelo, então escolha um modelo de currículo e comece a substituir as informações.

Se você for um mestre dos currículos, pode fazer seu próprio layout ou usar softwares avançados para fazer a diagramação, mas lembre-se de não transformar o seu currículo em “curvas” (como eu sempre fiz) ou em uma imagem. Ferramentas de busca não conseguem pesquisar em um texto que está em “curvas” ou que seja um jpeg / bitmap. E não esqueça de usar uma fonte e tamanho de fonte que facilite a leitura.

Crie um cabeçalho para o seu currículo, dê destaque para o seu nome, como você se define, seus links para o portfólio e suas informações de contato (se você tem vergonha do seu e-mail [email protected], crie outro).

Caso o seu currículo tiver mais de uma página, o cabeçalho precisa aparecer na segunda página também, ainda que de forma resumida, e não esqueça de numerar a segunda página. Algumas empresas têm o hábito de imprimir os currículos e você não vai querer que seu currículo fique bagunçado no meio de uma pilha de papel.

Baixar grátis um template de currículo

Eu adoro como esses títulos estão otimizados para o SEO

Aqui vai um template gratuito, na faixa, free, de graça, grátis, ultra, mega, power para fazer o seu currículo causar aquele impacto na próxima vaga de emprego que você se candidatar.
É só clicar aqui para acessar o template no Google Drive.

Vale a pena refazer todo o meu currículo?

Se você está cansado de hotpockets, imagina os recrutadores. Então que tal um Big Mac? Reescrever o seu currículo do zero pode não ser um trabalho fácil, mas é necessário para que mais portas se abram para você.

Se você leu até aqui, saiba que existe uma ferramenta de análise de currículos em inglês. Você upa o seu currículo em inglês para receber no seu e-mail uma análise grátis sobre ele. E lembre-se que o fator Big Mac funciona também para o seu portfólio e entrevistas de emprego.

Se você ficou com alguma dúvida, comenta aí embaixo que a gente responde.

E boa sorte com o seu lanche 🙂

Link do post copiado para a sua área de transferência

Enviar Comentário

Comentários 5

Pri Sousa

Genial!

junho 20, 2020
leo
@primcsousa

Obrigado, Pri! Não esquece de compartilhar o texto com quem precisa 😉

junho 23, 2020
Pri Sousa

Já mandei nos grupos de estudo hahaa!

junho 23, 2020
Allie Santos

Que massa essas ideias! Mas isso se aplica também a aqueles currículos "temáticos"? Sempre fui do tipo que criar o currículo no photoshop ou illustrator pois já ali eu mostro que domino tal programa. Utilizo geralmente tbm uma temática de "ficha de RPG", colocando ainda as informações porém com um ar mais "criativo". Acha que é exagero ou depende muito da vaga, ou n faz sentido perder tanto tempo fazendo algo do tipo?

junho 25, 2020
Pri Sousa
@Allie Santos

Também acho que depende muito da vaga, e da empresa que você quer trabalhar. Coloquei no meu currículo que sei fazer biscoitos deliciosos quando fui mandar para a Revo. É claro que isso não é uma informação de extrema importância, mas dado o perfil da escola e de tudo o que eu conhecia deles, quebrar o gelo já ali fazia sentido pra mim(e é laro que eu fiz biscoitinhos depois e ser contratada!)

julho 2, 2020
Toon Boom, o software para contadores de histórias 2D

Toon Boom Animation é um software capaz de desenvolver animação e storyboard para filmes, programas de tv, jogos, aplicativos, e Ler mais

Engines para o Desenvolvimento de Jogos

Não é segredo que o número de produções independentes*, não apenas no universo dos games, têm crescido muito nos últimos Ler mais

Livros Recomendados por César Rosolino e Mike Azevedo

Se você acompanha as atividades da Escola R.evolution em qualquer rede social, já deve ter ficado sabendo do nosso workshop Ler mais

Afinal, o que é Humanização de Personagens?

Já ouviu falar em humanização de personagens? Todos nós conhecemos e adoramos dezenas de personagens que são animais ou objetos, Ler mais